Goalball: Nova Odessa 2a na RMC na modalidade com deficientes visuais

Na tarde de hoje (13/11) a Secretaria de Esportes de Nova Odessa realizou aula inaugural de goalball, a cidade passa a ser a segunda na RMC (Região Metropolitana de Campinas), depois de Campinas e a 16ª no Estado de São Paulo a desenvolver a única modalidade não adaptada para deficientes visuais.
O evento foi realizado no Ginásio Poliesportivo Oswaldo Bassi, no Jardim Santa Luiza e contou com a presença do representante da Secretaria de Estado dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Sérgio Gatto; da coordenadora de goalball escolar, Beatriz Bonfim; da AIADV Escola de Cegos Santa Luzia de Itu, da equipe do Ceprevi de Itapetininga e do presidente da APNEN (Associação dos Portadores de Necessidades Especiais) de Nova Odessa, Carlos Alberto Raugust.
Segundo dados da assessoria de imprensa da CBDV (Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais), no Estado de São Paulo existem 24 associações, distribuídas em 15 cidades, que são filiadas à Confederação e praticam o goalball. Além do Ceprevi em Itapetininga e AIADV em Itu, tem FPDC e Advvale em Taubaté, Cesec e INV em São Paulo, Apadv em São Bernardo, Provisão, Hospital Argia, Idea Atholon, Adevig em Guarulhos, Olhar Tátil em Mogi das Cruzes, LMC e SFC em Santos, Ajep/Peama e UDJR em Jundiaí, SFITC em Franca, Adevirp em Ribeirão Preto, APC e Pró-Visão em Campinas, AMSS e CAD em São José do Rio Preto e Sesi de Mogi das Cruzes
A modalidade
Cada time joga com três jogadores e todos os atletas usam vendas nos olhos, já que o competidor pode ter deficiência total ou parcial, o objetivo da modalidade é arremessar a bola com as mãos no gol do adversário. Posicionados no espaço de três metros a partir da linha do gol, os atletas também devem defender as bolas lançadas pela equipe adversária. Sem contato físico entre as equipes, ganha o jogo quem fizer mais gols dentro dos 24 minutos de duração da partida.
Com 76 cm de diâmetro, pesando 1,25 kg, a bola possui guizos em seu interior que emitem sons, para que os jogadores saibam sua direção. A quadra tem dimensões de 9m de largura por 18m de comprimento, de cada lado da tem um gol com nove metros de largura e 1,3 de altura. As linhas para a orientação dos jogadores são marcadas por um barbante preso com fita adesiva, permitindo que os atletas possam senti-las.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE