Globo não quer Guardiola na seleção. E a CBF?

A rede Globo está em campanha aberta contra o técnico espanhol Pep Guardiola, que dirigiu o supercampeão Barcelona e mostrou interesse em dirigir a seleção Brasileira.

Em várias reportagens, a Vênus Platinada coloca Muricy Ramalho como favorito, faz enquete com três nomes (Muricy, Felipão e Abel Braga) ou, taxativamente, afirma que o próximo técnico não será um estrangeiro.
A CBF ainda não se declarou e promete fazê-lo somente em janeiro. Deverá sofrer enorma pressão da Globo para não trazer Guardiola.
O presidente da entidade, José Maria Marin, tenta se mostrar mais independente, mas passará pelo seu maior teste agora na mudança de treinador. Escolhido Guardiola, a Globo será toda amores novamente.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE