Como a Geração Z se relaciona online com as marcas

Para entender o comportamento da Geração Z – formada por nascidos entre 1990 e 2010 e conhecida por ser a primeira leva de nativos digitais – e como ele transforma a dinâmica das marcas, a Kantar IBOPE Media, divisão da Kantar especializada em inteligência de mídia, acaba de divulgar o relatório especial “O desafio Z: Comunicação para a geração hiperconectada”, que mostra como ter a Internet sempre à disposição, sem a necessidade de adaptações à tecnologia, impacta a forma como esse público se relaciona, consome e usa a mídia.

Uma das características marcantes da Geração Z é ser altamente conectada: 98% deles acessam a internet. No entanto, conectividade não é só “estar online”. Os gen Zs se destacam, também, pela intensidade do uso da tecnologia: acessam à Internet de mais devices e por mais tempo. Enquanto a população geral navega, em média, cerca de 5h26 por dia, os gen Zs passam 6h45 na web.

O dispositivo mais comum para realizar essa “missão” é o smartphone: 98% acessam a internet por meio dele. Computador ou notebook (37%), Smart TV (25%) e videogame (5%) são as outras plataformas de consumo escolhidas.

Entre os conteúdos mais acessados, por sua vez, as redes sociais têm grande impacto para esta geração. É válido destacar que eles preferem comunicações rápidas, o que faz com que foquem mais em stories (publicações curtas e temporárias) e menos na linha do tempo (posts longos e permanentes).

Apesar de o Facebook ser o mais consumido entre todas as faixas etárias, ganham destaque redes sociais como Instagram, Tik Tok e Twitter, com o uso muito acima do que a média da população.

 

Logotipo, nome da empresa

Descrição gerada automaticamente

Relacionamento com as marcas

Por serem altamente conectados, os integrantes da Geração Z são expostos a uma grande quantidade de informação diariamente. Segundo o relatório da Kantar IBOPE Media, as marcas que querem se destacar nesse mar de conteúdo precisam agir justamente como esse público. Ou seja, marcar presença em múltiplos canais.

Quando o assunto é relacionamento, 60% dos gen Zs costumam seguir marcas nas redes sociais. O número está muito acima da população geral: 36%. Ainda vale ressaltar que 62% conversam com muitas pessoas sobre produtos e serviços.

Os dados acima fazem parte da edição de setembro do Data Stories, conteúdo temático lançado mensalmente pela Kantar IBOPE Media.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE