Galera nos EUA detona Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro chegou às 16h18 (17h18 em Brasília) aos Estados Unidos, onde se encontrará na terça-feira, 19, com o presidente americano, Donald Trump. Um grupo de 60 manifestantes realizou um protesto em frente à Casa Branca na tarde deste domingo, 17, contra a visita de Bolsonaro. Eles já haviam se desmobilizado no momento da chegada do presidente brasileiro e o acesso à rua foi fechado pelo serviço secreto americano.
No Twitter, quando pousou em Washington, ele disse que a união entre Brasil e EUA ???assusta defensores do atraso e da tirania???. ???Pela primeira vez em muito tempo, um presidente brasileiro que não é anti-americano chega a Washington. ?? o começo de uma parceria pela liberdade e prosperidade, como os brasileiros sempre desejaram???, escreveu Bolsonaro.
Muitos dos participantes do evento expressaram temores de que o relacionamento dos dois chefes de Estado possa elevar as tensões na Venezuela, com efeitos negativos para a estabilidade política na América do Sul, e se declaravam como anti-fascistas. O evento foi organizado pelo grupo ???DC Unido contra o ódio???, em tradução livre do título ???DC United against hate.???
???Bolsonaro e Trump legitimizam a extrema direita em nível global, pois assumem uma retórica perigosa contra diversos setores da sociedade???, comentou Michael Shallal, um dos organizadores do protesto, funcionário de um museu em Washington. Segundo ele, um dos seus principais temores é que ???os EUA poderão espalhar o imperialismo pela América do Sul, sobretudo com um golpe à Venezuela, com intervencionismo militar.???

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE