Edit

Futebol. Quantos treinadores capacitados existem no Brasil?

Nunca o treinador de futebol no Brasil estudou tanto. Nos últimos cinco anos, são 3802 profissionais capacitados e distribuídos entre as licenças obrigatórias da Confederação Brasileira de Futebol para que possam ocupar o cargo nos principais clubes do Brasil. A conta não fecha quando vimos 20% dos cargos na Série A do Campeonato Brasileiro absorvidos por estrangeiros, com licenças da Uefa, sem nenhuma equivalência para os brasileiros tanto no País quanto em outros continentes.

 

O Sitrefesp – Sindicato dos Treinadores de Futebol do Estado de São Paulo – fez um levantamento, junto à CBF Academy, onde é possível ver um número de treinadores já considerados aptos sem nenhum mercado de trabalho. Isso vale para todas as licenças. “Sempre se questionou que o treinador brasileiro não tinha a mesma formação daqueles que chegam com licença Uefa. E hoje, qual o motivo para o mercado não receber esses técnicos nos clubes?”, questiona a diretoria do sindicato.

 

“Porque o treinador brasileiro não tem a mesma equivalência que damos aos estrangeiros? Quando querem trabalhar em outras confederações, seja na Europa, na África, Ásia, é exigido dele cinco anos dentro do Brasil. E os que chegam de fora não precisam apresentar o mesmo período de trabalho”.

Só a Licença Pró, a maior em formação na CBF Academy, tem 245 treinadores formados. Na licença A são 867. Os números apontam ainda 1406 na Licença B e 1284 na Licença C, o que qualifica esses profissionais também na base. “Os professores e palestrantes que chegam de fora para ministrar aula na CBF Academy são quase unânimes em dizer que nosso curso é melhor que o da Uefa em carga horária e distribuição de temas. Ainda assim somos colocados na segunda prateleira e questionados dentro do maior campeonato nacional do mundo”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE