Fundação apresenta programa para educadores

A Fundação de Desenvolvimento Educacional e Cultural do Sistema de Crédito Cooperativo – Fundação Sicredi apresentou, nesta terça-feira (19), para a Secretaria de Educação de Americana o programa, “A União Faz a Vida”, no anfiteatro do Ciep São Vito. A Secretária de Educação, Evelene Ponce Medina, participou do encontro.

A intenção da fundação é oferecer formação para os professores da Rede Municipal de Ensino. “Eu avalio como positivo esta possível parceria com a Fundação Sicredi. Ela vem de encontro com o trabalho que a Rede desenvolve junto aos alunos. Nossos professores e gestores só têm a ganhar. Eles farão uma parceria de acompanhamento e assessoria aos projetos das escolas. Isto representa mais subsídios para os educadores. Importante que não terá custo nenhum para o município”, disse Evelene.
Os coordenadores da Fundação explicaram para aproximadamente 100 gestores (diretores e pedagogos) da Rede Municipal de Ensino, presentes no Ciep, como funciona o programa e quais são os objetivos. “O objetivo é transformar o cidadão, incentivar o cooperativismo, a solidariedade e o respeite ao próximo. Este tipo de vivência muda o comportamento do aluno”, explicou a coordenadora do programa da Fundação, Luciana Padula.
A Fundação acredita que nos ambientes educacionais se faz necessário fortalecer as práticas de convivência, incorporando-as ao cotidiano das crianças e adolescentes. ?? preciso incentivar a cooperação, o diálogo e o comportamento solidário, especialmente quando se pensa num esforço educacional abrangente que envolve a comunidade, uma educação que investe na formação de consciência coletiva democrática. 
O programa oferece 100 vagas para o curso de formação tanto para a Educação Infantil quanto o Fundamental. Os gestores agora vão para as escolas e verificarão se há adesão por parte dos professores ao programa. “?? um projeto que a própria escola decide se vai participar ou não”, afirmou Evelene. Se houver interesse por parte dos educadores a formação começará em março.
O programa se desenvolverá de duas maneiras: A Fundação irá com assessores uma vez por mês na escola para tirar dúvidas. No total serão sete encontros este ano. Haverá também formação para os gestores com carga de 20 horas no ano. “Nós pensamos o projeto como se a escola não tivesse muros. Trazer a comunidade para dentro da escola. Chamar o pai ou a mãe ou o responsável para falar com os alunos sobre um determinado tema que domina. ?? convidar a comunidade para participar das atividades”, disse Luciana.
Segundo o gerente regional da Sicredi, Gustavo Nicoletti, a preocupação da cooperativa é com a comunidade. “O cooperativismo só acontece com a união. Nós queremos retribuir para a comunidade aquilo que ela nos dá. Nesse sentido o “Programa a União Faz a Vida” pode ser considerado com um dos principais da Fundação, mas não é o único, temos outros”, finalizou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE