Fontes: ninguém viu cobrança de pedágio

E o tempo passou. Os denunciantes fizeram barulho. Levaram faixa à CM de Santa Bárbara. O Ministério Público deu um puxão de orelha da Câmara. Mas a pizza foi servida com peruca.

O processo no MP foi arquivado. Na Câmara, o forno está em fogo brando. Acusado de cobrança de pedágio, o vereador Carlos Fontes (PSD) hoje não corre o menor risco de ter o mandato cassado.

COBRA APOIA E FIM DA HIST??RIA- Vociferante comunista, estranhamente Nilton Costa (PCdoB) comemorou a ‘vitória’ de Fontes (ex-DEM e ex-PFL). Pela primeira vez depois de dois mandatos, nenhum vereador foi cassado no primeiro ano da legislatura. Antes foram Sérgio Camargo (PTB-2005) e Raimundo Itaberaba (PSDB-2009)

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE