Fogos de artifício. Mais de 5 mil internações em 10 anos

Está dada a largada para as festas de fim de ano e uma das maneiras mais tradicionais de celebrar o Natal e o Ano Novo é com a queima de fogos de artifício. Mas as comemorações podem acabar mal ??? e muito ??? com o manuseio inadequado desses artefatos. Em 10 anos (de 2008 a 2018), foram registradas 5.586 internações e 85 óbitos em decorrência do ato. Neste ano, de janeiro a outubro, já foram 409 internações e 3 mortes. Os dados são do DataSUS (banco de dados do Ministério da Saúde).

Mais do que queimaduras, os fogos de artifício podem causar lesões com lacerações, cortes e até amputações de membros. ???Os fogos de artifício são um espetáculo para os olhos, mas um grande perigo para as mãos???, fala o presidente da SBCM (Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão), Dr. Marcelo Rosa de Rezende.

As mãos e punhos têm estruturas complexas, de grande importância no corpo, pois são formados por muitos ligamentos, ossos, nervos que propiciam sensibilidade e comandam os movimentos dos músculos e tendões, além de importantes artérias que irrigam os membros. ???Uma lesão, trauma ou amputação traz graves consequências para a vida das pessoas, como por exemplo, o afastamento do trabalho, o que causará um impacto econômico para família???, pontua o especialista.

Se cercar de cautela e atenção é essencial para que as festas possam seguir em segurança. ???O ideal é que os artefatos sejam acionados com o uso de suportes, algum objeto prolongável entre a mão e o artefato, mas nunca segurados diretamente nas mãos???, salienta.

 

Cuidado com as crianças

A curiosidade das crianças e o fascínio que o colorido dos fogos exerce sobre elas fazem com que os pequenos queiram estar próximos dos adultos no momento do lançamento dos artefatos. Mas elas devem ser mantidas afastadas do local e os pais ou responsáveis precisam ficar atentos sobre onde estão e de que forma estão se divertindo, para evitar acidentes.

???Cuidado também com as biribinhas (bombinhas que estouram quando lançadas ao chão). As faíscas podem atingir substâncias com potencial para incêndio e provocar acidentes???, alerta o Dr. Marcelo.

 

Outras recomendações

Para aqueles que querem manter a tradição com a soltura de fogos de artifício, algumas medidas são essenciais para garantir a alegria das festas:

??? Nunca use materiais de fabricação caseira;

??? Compre fogos de artifício apenas em lugares especializados;

??? Atente-se para o tipo e a quantidade de pólvora existente no produto, pois quanto mais pólvora, maior é a periculosidade e potência do mesmo;

??? Siga atentamente as instruções do fabricante (transporte, uso, armazenamento, composição, data de validade e os riscos que os fogos podem causar);

??? Não solte fogos perto de fiações elétricas ou sob copas de árvores. Prefira locais abertos, de preferência em áreas amplas e sem vegetação por perto;

???  Jamais aponte o artefato para as pessoas e verifique se não existem materiais combustíveis nas proximidades.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE