Floriculturas reabrem. Em Campinas

 Floriculturas reabrem. Em Campinas

Floriculturas, garden centers e o tradicional Mercado de Flores da Ceasa em Campinas voltaram a funcionar nesta quinta-feira, dia 7 de maio, para as vendas no varejo. A flexibilização da prefeitura ocorreu após o setor ser incluído na categoria de serviços essenciais, pelo Ministério da Agricultura e a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado, uma vez que faz parte da cadeia de abastecimento do agronegócio.

A retomada das atividades, praticamente às vésperas do Dia das Mães, é um alento para cerca de 180 estabelecimentos do ramo só na cidade, de acordo com dados da ACIC (Associação Comercial e Industrial de Campinas), além do próprio Mercado de Flores da Ceasa, que possui 504 boxes distribuídos em uma área de 25 mil metros quadrados.
A reabertura do segmento e flores e arranjos, no entanto, deverá respeitar todas as recomendações de segurança sanitária, como limitação do número de pessoas para não gerar aglomeração; demarcação de solo; obrigatoriedade de uso de máscaras para funcionários e visitantes; e disponibilização de álcool gel.
O Mercado de Flores vai funcionar em esquema especial, apenas das 12h às 16h30. E o acesso será limitado, com restrição de entrada de veículos e pedestres, para não gerar aglomeração. Apenas um terço das 900 vagas de estacionamento serão liberadas. ???E também só permitiremos a entrada de duas pessoas por veículos ou, para o caso de pedestres, duas pessoas por grupo familiar???, ressaltou o presidente da Ceasa, Wander Villalba.
Segundo Villalba, as medidas visam, além de cumprir as regras previstas nos decretos estaduais e federais, garantir a segurança dos visitantes e dos funcionários da Central. ???Também não permitiremos a entrada de crianças e pessoas com mais de 60 anos???, completou. O local recebia, antes da quarentena, um público entre 6 e 7 mil pessoas por dia.

Relacionados

Leave a Reply