Filha adotiva de Woody Allen relata estupro

Dylan Farrow, 28, filha adotiva do diretor Woody Allen e da atriz Mia Farrow, relatou em carta publicada pelo jornal “New York Times” neste sábado (01) o suposto abuso sexual que sofreu do cineasta.

“Quando eu tinha sete anos, Woody Allen me tomou pela mão e me levou para o sótão no segundo andar de nossa casa”, escreveu. “Ele me disse para eu ficar de bruços e brincar com o trenzinho elétrico do meu irmão. Então, ele me agrediu sexualmente. Falou comigo, sussurrando que eu era uma boa menina, que era o nosso segredo, e prometendo que eu seria uma estrela em seus filmes”
.

Dylan é uma das duas crianças adotadas por Allen e Farrow nos anos 1980 ???o outro é Moses, 36. Além deles, o casal teve um filho juntos, o ator Ronan Farrow, 26. Woody Allen se separou da mulher quando ele se envolveu com a enteada coreana Soon-Yi Previn, filha adotiva de Mia de um casamento anterior.

O caso voltou à tona no começo de janeiro, quando Allen foi homenageado no Globo de Ouro. O diretor não comentou o caso.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE