Fila da Caixa tem mais de 100 e aglomeração

Após receberem denúncias, agentes da Vigilância Sanitária de Nova Odessa flagraram mais de 100 pessoas na fila da agência da Caixa Econômica Federal, no Centro da cidade, na manhã desta quinta-feira (30). Em busca do auxílio emergencial liberado pelo governo federal, as pessoas não respeitavam um metro de distância umas das outras, conforme recomendação de autoridades de saúde, e não usavam máscara.
“Contamos aproximadamente 120 pessoas na fila, que contornava a agência e chegava num supermercado próximo. Muitos estavam acompanhados e sem máscara”, contou a diretora de Vigilância em Saúde, Priscilla Amaral Rangel Belmonte. “Conversamos com as pessoas, as orientamos sobre a importância do uso de máscara e do distanciamento social e pedimos para que o banco disponibilize dois funcionários para organização e monitoramento da fila, além de álcool gel no interior da agência”, afirmou a diretora.
Para garantir que o distanciamento fosse cumprido, a Vigilância pediu apoio à Guarda Civil Municipal, que acompanhou toda movimentação no entorno da agência durante o expediente bancário. “Nós entendemos o lado do banco e dos clientes. Por isso, pedimos para só se dirijam à agência quem realmente precisa, em casos em que não podem ser resolvidos pela internet. E não levem familiares”, disse Priscilla.
O trabalho de conscientização junto a clientes e funcionários da agência contou com participação da assessora Priscila Peterlevitz e apoio de guardas civis municipais.
A ação desta quinta ocorreu 21 dias depois da reunião entre gerentes de agências e agentes da Vigilância Sanitária para definição de medidas para controle da disseminação do novo coronavírus na cidade. Na ocasião, os bancos se comprometeram a reforçar as medidas de higiene, controlar a entrada de clientes com a distribuição de senhas e adotar mecanismos para evitar a aglomeração dentro e fora das agências.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE