Festa do peão tem pedido de casamento no palco

Com a bandeira do Brasil desenhada com fogo no meio da arena, o motoqueiro maluco Gene Fireball deu as boas-vindas ao público que chegava para a segunda semana da edição 2017 da Festa do Peão de Americana. Famoso pelas acrobacias perigosas em cima de uma motocicleta, o norte-americano mostrou que arena não é lugar apenas para provas com animais. Nesta quarta-feira, 14, homem e máquina estavam em uma sincronia alucinante.

“Eu fiz muita história aqui em Americana, onde me apresento há pelo menos 21 anos. Sou muito grato pelo reconhecimento. Eu sou maluco, mas não deixo meus medos atrapalharem meus sonhos”, disse para o público antes de convidar algumas pessoas para participarem de um numero de tirar o folego: na garupa, duas voltas, uma empinada na moto e uma rampa em alta velocidade. 
E como todo bom show, o melhor sempre fica para o final: uma rampa com cinco arcos de fogo. Alguns metros à frente, outro arco em forma de coração. Seis rojões na lateral e um motoqueiro maluco atravessando o fogo em alta velocidade. Foi com este perigoso e lindo número, que Gene Fireball deixou a arena livre para a apresentação da primeira dupla da noite: Henrique & Juliano.
PEDIDO DE CASAMENTO- A arena lotada tinha na ponta da língua todas as canções da dupla e foi à loucura no momento mais romântico desta edição da festa do peão até o momento. Os irmãos foram responsáveis pela trilha sonora de um pedido de casamento feito no palco. A backing vocal, Daiana, foi surpreendida pelo seu namorado, Rafael, que disse: “casa comigo?”. Um abraço emocionado, um sim engasgado ao som de “Contar Pra Quê?” e a brincadeira de Henrique. “Será que você vai conseguir cantar depois dessa?” O casal se conheceu na cidade de Americana anos atrás.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE