Festa Confederada denunciada por suposta apologia ao racismo

Imagem de arquivo

A Defensoria Pública do Estado de São Paulo, por meio do Núcleo Especializado de Defesa da Diversidade e da Igualdade Racial, acolheu denúncia feita pela deputada estadual Erica Malunguinho (PSOL) contra a Festa Confederada, realizada anualmente em Santa Bárbara d’Oeste e que celebra os costumes e as tradições dos primeiros imigrantes vindos dos Estados do Sul dos Estados Unidos, ainda no século XIX.

A denúncia da deputada é para que o órgão apure uma suposta apologia de símbolos ligados a grupos racistas e supremacistas brancos. A bandeira confederada, por exemplo, é muito utilizada neste evento. A Defensoria Pública de São Paulo já solicitou informações às secretarias estaduais de Fazenda e de Cultura, sobre eventuais investimentos de recursos públicos no evento, que é realizado sob responsabilidade da Fraternidade e Descendência Americana. As informações são da jornalista Mônica Bergamo, publicadas em sua coluna na edição de quarta-feira (25) do jornal Folha de São Paulo. A Fraternidade não respondeu aos questionamentos da colunista.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE