Fernando e o soro da cobra. Léo quer mais agentes na Praia

O vereador Fernando da Farmácia (PTB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações do Poder Executivo sobre a disponibilização do soro antiescorpiônico no Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi”. No documento, o parlamentar destaca que a unidade de saúde pública é um ponto regional de abastecimento do soro, sendo responsável por atender casos graves de acidentes causados por picadas de escorpiões não apenas em moradores de Americana, mas também de Santa Bárbara d’Oeste e Nova Odessa. Ainda segundo Fernando, embora o tratamento não se limite à aplicação do medicamento, é importante que haja soro para uso em caso de necessidade.

 

“Recebemos reclamações sobre a falta do soro antiescorpiônico no Hospital Municipal. Uma pessoa teria sofrido uma picada de escorpião e, ao se dirigir à unidade, recebeu a informação que o soro estava em falta”, destaca Fernando. No requerimento, o autor questiona se procede a informação de que o soro antiescorpiônico está em falta ou se chegou a faltar no HM neste ano e, em caso positivo, que se especifique o período, os motivos e as providências adotadas. Pergunta também quantos acidentes com animais peçonhentos foram registrados desde que a unidade se tornou referência regional e quantos pacientes foram tratados com o soro.

 

O parlamentar questiona ainda quais os protocolos para atendimento às vitimas de acidentes com animais peçonhentos. O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário na próxima sessão ordinária, que ocorre nesta quinta-feira (23).

Léo da Padaria quer agentes de saúde na Praia Azul

O vereador Léo da Padaria (PV), protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações do Poder Executivo sobre a atuação dos agentes de saúde na região da Praia Azul. No documento, o parlamentar destaca que moradores do bairro o procuraram com questionamentos a respeito do trabalho desenvolvido pelos servidores que atuam nas unidades de saúde pública da Praia Azul e do Jardim São José.

 

“Ciente da importância desses profissionais para o bem-estar da população, e considerando as mudanças na saúde pública decorrentes da pandemia de Covid-19 e também o crescimento exponencial da população da região, surgiram dúvidas a respeito do andamento desse trabalho”, relata Léo. No requerimento, o autor questiona o número atual de agentes de saúde que atendem a região da Praia Azul e quantas pessoas são atendidas por cada um deles. Pergunta ainda como são realizados os atendimento se quantos ocorreram nos últimos seis meses.

 

O parlamentar questiona também se o número atual de agentes de saúde é considerado suficiente e se os servidores possuem espaços e equipamentos adequados nos postos de saúde da Praia Azul e do São José. O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário na próxima sessão ordinária, que ocorre nesta quinta-feira (23).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE