Feliciano crítica termo ‘Cura Gay’

O pastor e deputado Marco Feliciano (PSC), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, divulgou um vídeo
em que defende o projeto conhecido como “cura gay” e que foi aprovado na semana passada. Feliciano enfatiza que não é o autor do projeto e que o termo “cura
gay” foi criado por grande parte da imprensa e trata-se de uma desonestidade intelectual. 
O deputado disse, ainda, que não votou em “sim” ou “não” por ser o presidente da Comissão e que o projeto já estava na pauta
há dois meses, antes de haver manifestações no país. Feliciano também disse que isto é uma tentativa de atacar a
bancada religiosa, um preconceito religioso e que não trata-se de “cura gay” e sim de garantir a liberdade para que os profissionais
estudem o comportamento.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE