Ex-palmeiras condenado por racismo

O zagueiro Danilo, ex-Palmeiras e atualmente na Udinese (ITA), teve seu habeas corpus negado no caso de racismo com o zagueiro Manoel, do Atlético-PR. O jogador foi condenado pela Justiça paulista por crime de injúria racial. No dia 15 de abril de 2010, na partida entre Palmeiras e Atlético-PR, Danilo cuspiu em Manoel e o xingou. Com a recusa do habeas corpus, o jogador segue condenado a um ano de prisão em regime aberto, pena que acabou sendo substituída pelo pagamento de 500 salários mínimos (cerca de R$ 350 mil) para uma entidade de caridade pública ou privada.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE