Ex-nadadora de Americana detida no Rio

 Ex-nadadora de Americana detida no Rio

A ex-nadadora de Americana, Milene Comini, de 42 anos, esposa do deputado federal bolsonarista Luiz Lima (PSL-RJ), foi detida por agentes da Polícia Militar na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na manhã de ontem, feriado de Tiradentes. Ela foi acusada de descumprir o decreto do governador Wilson Witzel que proíbe a frequentação de determinados locais, como praias, como medida para tentar conter a contaminação da população pelo novo coronavírus.
Milene estava acompanhada de sua filha, de 14 anos, de uma amiga e do filho dela, também de 14. Todos foram levados para a 13ª DP (Ipanema), à exceção da filha de Milene e do deputado. Outras duas pessoas que estavam na praia também foram conduzidas para a delegacia, mas elas não possuem qualquer ligação com a família do parlamentar.

As cinco pessoas levadas para a delegacia, incluindo Milene, foram autuadas pelo crime de tentativa de infração de medida sanitária imposta, prevista no artigo 268 do Código Penal. A pena para o delito é de um mês a um ano, por isso o grupo não ficou preso. Todos responderão a processo no Juizado Especial Criminal. Já o adolescente, responderá na Vara da Infância e Juventude.
Em vídeo postado nas redes sociais, o deputado Luiz Lima chamou o governador Wilson Witzel de ???ditador, escroto, destemperado e desequilibrado???. ???Você ter a sua mulher presa em um camburão por que está nadando? Por que está com a sua filha, não incomodando ninguém, enquanto o calçadão está lotado? Vocês estão malucos? Governador, os policiais estão seguindo uma ordem que não tem cabimento nenhum. Governador, o senhor é um escroto, irresponsável e incompetente. O que o senhor está fazendo com o recurso público, o que o senhor está fazendo é temeroso e irresponsável. O policial que prendeu, vai prender vagabundo, bandido, você não é um marisco na luta do rochedo contra o mar”, diz no vídeo.

Já a assessoria de imprensa da PM-RJ informou que policiais do batalhão de Copacabana já conduziram 60 pessoas para a delegacia por descumprimento de decretos do governo do Estado.
Por Wander Pessoa

Relacionados

Leave a Reply