Evento cervejeiro cresce 31% em 2017

A Brasil Brau ??? Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja, realizada de 26 a 28 de julho em São Paulo, encerra a edição deste ano com números animadores tanto para o mercado quanto para a próxima edição do evento. Ao longo dos três dias, a feira recebeu um público 31% maior e também mais qualificado, uma vez que efetivou nova política de admissão voltada para restringir à visitação de profissionais do setor. Dos 73 expositores, 20% são internacionais. ???Lançamos a edição de 2019 já com 30% de renovação dos expositores???, revela Luana Cloper, Diretora de Negócios da Brasil Brau.
O número de expositores de 2017 manteve-se estável em relação a 2015, mas a área ocupada pelos estandes foi 25% maior. ???Mesmo com cenário mais complexo para importação em função do câmbio e instabilidade do país, conseguimos manter o caráter internacional da feira, que teve participação de outros nove países além do Brasil, sobretudo Alemanha, China, Estados Unidos e Argentina???, avalia Luana. Das marcas presentes, 58% foram de maquinário e equipamentos e 10%, matérias-primas. Para Marcelo Cozac, representante da McPack Equipamentos, ???a feira superou expectativas, pois sentimos mais interesse do público em investir. Talvez 6, 8 anos atrás os visitantes queriam investir e não o faziam. Hoje querem, vieram com este propósito???. Já Marcio Nunes, diretor comercial da Prozyn Bio Solutions For Life, resume: ???A feira vem melhorando o direcionamento do público a cada edição. Nesse ano, sentimos o aumento de microcervejarias e foi uma oportunidade de retomar projetos que estavam parados, além de contato com novos clientes???.
A visitação da Brasil Brau também registra crescimento considerável. Foram 5.942 profissionais que circularam pela feira ??? o equivalente a 31% a mais que 2015. ???Fui ao evento porque pretendo abrir um brewpub e saí feliz com várias ideias e possíveis caminhos para o projeto, valeu muito a pena???, compartilha Bruna Xerfan.  Parte importante da programação, o 15º Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira atraiu um público 21% maior. Com curadoria técnica de Cilene Saorin, o fórum é pioneiro na realização de debates científicos e tecnológicos no país neste setor, realizado desde 1988. Para definir os temas dos debates de 2017, foi realizada pela primeira vez uma consulta pública a 500 profissionais do setor. O congresso teve patrocínio da Agrária e McPack.
“Esta edição 2017 do Congresso Brasil Brau foi reveladora. O público se mostrou bastante receptivo à proposta de palestras que variaram entre temas clássicos de embasamento e atualização técnica, inovações tecnológicas, gestão sensorial e abordagens provocativas acerca da viabilidade de plantio de lúpulo no Brasil, do conhecimento dos biomas brasileiros e da agenda de sustentabilidade e responsabilidade social. O perfil deste público se renovou muitíssimo: uma nova geração de profissionais ligados aos negócios da cerveja se revelou nesta edição. A maioria dos congressistas tem menos de 10 anos de experiência profissional”, reflete Cilene Saorin.
Além dos números, outro dado importante é que se trata da primeira edição que a Fagga l GL events Exhibitions assume 100% as marcas Brasil Brau e Degusta Beer & Food ??? feira voltada ao público final que acontece paralelamente na São Paulo Expo. Até então, a empresa, que é uma das maiores em promoção e organização de feiras do país, era promotora dos eventos. A partir de agora firma-se como proprietária das marcas.
Prêmios
Outro destaque deste ano é a retomada do Prêmio Brasil Brau de Gestão de Negócios em Cerveja. Depois de um intervalo de quatro anos sem acontecer, a organização decidiu abraçar a causa de incentivar a profissionalização da gestão do negócio de cervejas. “Muitos festivais premiam a cerveja em si, o líquido, queremos cumprir outro papel junto ao mercado”, explica. O primeiro lugar em Design de Embalagens ficou para a Perro Libre (RS), com a cerveja 803 Black Rye IPA, dedicada à causa antissexista. Já na categoria Comunicação da cultura cervejeira, a vencedora foi a Revista da Cerveja, com o trabalho ???A consolidação de um projeto???. O melhor projeto de Sustentabilidade quem ganhou foi a Lohn Bier, com o trabalho ???Boas práticas geram boas vibrações???. E a premiação de Responsabilidade Social foi para o trabalho ???Sentimentos de Brasilidade???, da Cia de Brassagem do Brasil (CBB).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE