Eurico não quer ‘veado’ no futebol

O presidente do Vasco , Eurico Miranda, acrescentou mais uma declaração à sua coleção de polêmicas nos bastidores do futebol . Na última quarta, o dirigente foi à rádio carioca O Dia e, entre diversos comentários, foi contrário à prática do fair-play no futebol e mostrou postura sexista com relação a presença das mulheres. Além disto, disparou contra os homossexuais no esporte.
Para Eurico, o futebol é uma guerra na qual não há espaço para “tréguas”. “Futebol é uma guerra. Até na pelada é uma guerra. Você entra para ganhar, não pode ter essas babaquices para lá, para cá, colocar a bola para fora. Por qual motivo tem que devolver, p…? Sabe o que isso ocasiona? O jogador fingir que está contundido, colocar a bola para fora sem motivo”, disse o presidente cruz-maltino, que ainda não emplacou uma vitória sequer na Série A.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE