EUA deve ter ‘final’ Trump e Hillary

(Reuters) – O pré-candidato republicano Donald Trump e a pré-candidata democrata Hillary Clinton conquistaram vitórias em Estados da região Nordeste dos EUA na terça-feira, em demonstrações de força na corrida pela Casa Branca, e imediatamente dispararam críticas um contra o outro, em uma possível prévia da eleição presidencial de novembro.
Trump derrotou facilmente os rivais republicanos John Kasich e Ted Cruz em todos os cinco Estados em que houve primárias, Pensilvânia, Maryland, Connecticut, Rhode Island e Delaware, com uma margem de vitória que beira a que conquistou no Estado de Nova York na semana passada. Ele está no caminho de conseguir o voto de todos os condados em cada Estado.
Hillary, já no controle da corrida democrata, derrotou o rival Bernie Sanders em Maryland, Delaware, Pensilvânia e Connecticut. Sua única derrota para Sanders na noite de terça-feira foi em Rhode Island.
Os dois principais pré-candidatos usaram seus discursos de vitória para trocar acusações, no que parecia ser uma simulação do que irá ocorrer caso ganhem as nomeações presidenciais de seus partidos e se enfrentem na eleição de 8 de novembro para suceder o democrata Barack Obama.
“Acho que ela é uma candidata com falhas e será fácil derrotá-la”, disse Trump sobre Hillary durante entrevista coletiva na Trump Tower, em Nova York.
Em discurso da vitória na Fildadélfia, Hillary rebateu Trump por acusá-la de usar na campanha o fato de ser mulher: “Bem, se lutar por atendimento médico e pagamento igual para as mulheres é jogar com ser mulher, então estou jogando”, disse.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE