EUA abre embaixada em Jerusalém

Os EUA abrem esta segunda-feira a sua nova embaixada em Jerusalém numa iniciativa elogiada por Israel e condenada pelos palestinianos que se juntam para protestos em massa. Donald Trump marca presença apenas através de uma mensagem vídeo. O Presidente norte-americano é representado pela filha Ivanka Trump e o marido Jared Kushner.
A decisão de Trump de transferir a embaixada americana de Telavive revoltou os palestinianos, que veem Jerusalém Oriental como a capital de um futuro Estado, enquanto Israel considera a cidade como a sua capital ???eterna e indivisível???.
Uma pequena embaixada provisória começa a operar esta segunda-feira no prédio do consulado dos EUA em Jerusalém. Mais tarde, quando o resto da embaixada se mudar de Telavive, o complexo será transferido para um espaço maior.
Para os palestinianos, a mudança da embaixada cimenta o status quo da ocupação, nota a Al Jazeera. No entanto, a controversa transferência não mudará a ???vontade dos palestinianos???, garantem os moradores de Jerusalém, que preparam manifestações em larga escala.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE