Estresse e saúde bucal estão conectados

Viver nos dias de hoje totalmente longe do estresse é algo difícil para a maioria, que vive em grandes centros urbanos, e encontra o ambiente cheio de fatores desgastantes como o trânsito, poluição, violência, correria, prazos e tantos outros. No entanto, não apenas o nosso estilo de vida, o psicológico e o emocional podem ser afetados, mas também todo o corpo e até mesmo a saúde bucal.

O Dr. Robson André é um dos principais especialistas em odontologia e explica como o estresse pode afetar a saúde bucal: “desequilíbrios psicológicos podem afetar a cavidade bucal, como também outras partes do corpo humano. Se uma pessoa passa por estresse constante, o corpo dela estará liberando determinados hormônios responsáveis pela regulação do sistema imunológico que podem afetar o funcionamento desse sistema, tornando o organismo mais sensível às chamadas doenças infecciosas, além do significativo aumento da percepção da dor e sofrimento. Quando esses efeitos se juntam com uma má higiene bucal o paciente fica mais suscetível a desenvolver diversos quadros de patologias orais”.

O especialista associa diretamente diversos distúrbios de saúde bucal a questão do estresse: “na rotina clínica facilmente associamos quadros de dor a eventos traumáticos e/ou de alto estresse. Qualquer que seja o motivo, se ele está ligado à saúde emocional de uma pessoa, com certeza o desequilíbrio desta saúde pode afetar a saúde bucal. Doenças periodontais, disfunção temporo-mandibular (podendo desencadear enxaquecas, cefaléia e desgastes dentais), halitose, aftas, cáries e vários outros incômodos podem estar diretamente ligados à distúrbios psicológicos”.

Com o foco da medicina preventiva, o Dr. Robson André dá dicas de como prevenir que o estresse impacte a saúde bucal: “é importante focar em ter boas noites de sono, dedicar-se a uma alimentação saudável e prática de atividade física, se permitir ter momentos de prazer e sabedoria (seja com a família, amigos, um terapeuta, um hobby), sem se esquecer de uma adequada higiene oral e consultas frequentes ao dentista. Não negligencie a saúde de qualquer parte do corpo, seja a saúde bucal, a mental e a corporal. Quanto mais você conseguir cuidar de si mesmo em todos estes aspectos, mais irá sorrir pra vida”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE