Edit

10 estratégias para colocar as finanças em dia

Você sabe como colocar as finanças em dia? Quem está com dívidas ou ajustando o orçamento, muitas vezes se sente perdido quando o assunto é organizar as contas. A procrastinação aparece, os gastos se acumulam e as dívidas parecem surgir do nada.

Mas não é preciso ser um especialista econômico para aprender a lidar melhor com o seu próprio dinheiro, e este post está aqui para provar isso.

Ao longo do texto, vamos apresentar estratégias simples e eficientes para você que deseja dar um jeito nas suas finanças e começar o ano com o pé direito e a carteira cheia. Venha conferir todos os detalhes com a gente. Boa leitura!

Como colocar as finanças em dia?

A seguir, apresentamos dez estratégias fáceis de serem executadas e que são ideais para quem quer aprender a valorizar o próprio dinheiro.

1. Faça uma lista com todas as suas receitas.

Algumas vezes, a sua receita não vem exclusivamente do salário que você recebe na empresa. É possível que você tenha um imóvel alugado, um trabalho extra, que receba dividendos ou qualquer outro tipo de receita, seja de modo regular ou esporádico.

Sendo assim, liste todas as receitas que recebe. No caso de morar com outra pessoa, e as contas serem compartilhadas, liste também o dinheiro que os outros moradores recebem.

2. Calcule todas as suas despesas

Com as despesas postas na planilha, chegou o momento de listar os seus gastos. Essa pode ser uma etapa um tanto trabalhosa, principalmente se você for alguém muito consumista ou possuir bastantes compras parceladas. Porém, é importante ter paciência e colocar tudo de forma detalhada.

Para não se perder, é interessante guardar todas as notas daquilo que comprar ou concentrar seus gastos em um único cartão de crédito ou débito.

3. Analise as possíveis dívidas que possui

Se você tiver dívidas em atraso, elas precisam ser calculadas e inseridas em uma área isolada da sua planilha financeira. Assim, será possível observar o tamanho do “problema” que você possui e traçar estratégias para resolvê-lo.

4. Observe os cortes que pode fazer no orçamento

Depois de calcular exatamente quanto você ganha, quais são as suas despesas e possíveis dívidas, chegou o momento de analisar a necessidade de fazer cortes no orçamento. Isso deve ocorrer caso suas dívidas estejam muito altas ou se estiver gastando regularmente mais do que ganha.

Para os cortes, é importante eliminar tudo aquilo que é supérfluo, como assinaturas de revista que não lê, canais de televisão que não assiste, mensalidade de um clube que quase não frequenta etc. Reduzir possíveis gastos com diversão também podem ser necessários.

5. Comece a investir

Investir é essencial para quem deseja descobrir como colocar as finanças em dia. Afinal, é dessa forma que você fará o seu dinheiro crescer, tornando mais fácil o pagamento de dívidas e a utilização do capital durante as atividades cotidianas.

Portanto, procure as diferentes modalidades de investimentos e reserve uma quantia para aplicar todos os meses.

6. Faça acordos para quitar as suas dívidas

Caso você tenha dúvidas, não exite em entrar em contato com as instituições financeiras e solicitar um acordo sobre o valor apresentado. Afinal de contas, grande parte do seu débito é composta por juros, o que é passível de ser negociado.

Por isso, converse com o banco ou qualquer que seja o seu credor e veja os possíveis descontos ou opções de parcelamento que consegue dispor.

7. Crie desafios de economia diários ou semanais

Estabeleça desafios que o ajudem a manter as suas finanças em dia. Então, você pode se desafiar a passar duas semanas sem tomar aquele cafezinho depois do almoço ou não comprar roupas novas durante um mês.

Veja como vai conseguir lidar com esses desafios e o impacto que eles vão causar no seu bolso.

8. Negocie as suas tarifas de cartão de crédito e conta corrente

Muitas vezes, pagamos altas taxas de manutenção da nossa conta corrente para cobrir serviços que nem usamos ou temos um cartão de crédito com uma anuidade realmente cara.

Nesses casos, vale a pena entrar em contato com os bancos e a operadora financeira para negociar os valores pagos. Você pode mudar o pacote de serviços da sua conta ou pedir um abatimento sobre o valor da anuidade do seu cartão. Ao final de um ano, essa economia pode ter um impacto realmente significativo nas suas finanças.

9. Monitores seus gastos diariamente

Monitores tudo o que você gasta todos os dias, desde aquele lanche de última hora até compras mais efetivas, como um celular novo.

Caso não tenha paciência para fazer essas anotações de modo frequente, utilize algum aplicativo que faça esses cálculos de forma automática. Atualmente, já existem várias opções no mercado, como o Guia Bolso, Minhas Economias e Expense IQ.

10. Faça um empréstimo

Dependendo da sua situação financeira neste momento, pode ser interessante recorrer a um empréstimo com garantia para organizar as finanças. Afinal, com uma quantidade maior de dinheiro, você pode quitar possíveis dívidas com um bom desconto e ainda guardar o restante do montante para fazer um investimento.

Bem, agora você já sabe como colocar as finanças em dia, certo? E, com as dicas que demos, será fácil manter a disciplina e cuidar do seu dinheiro diariamente. Afinal de contas, nada melhor do que ter uma conta corrente com saldo positivo e livre das dívidas.

Portanto, comece agora a colocar em prática todas as estratégias citadas, veja o seu dinheiro render e afaste-se das preocupações financeiras.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE