Estado Islâmico não existe, diz guru de comunista

O professor de filosofia Lejeune Mattogrosso, que nos últimos anos trocou de nome para Lejeune Mirhan e se declarou “arabista”, tem postado pesadas críticas à França desde o massacre terrorista da última sexta-feira que deixou mais de uma centena de mortos. Ele, que foi o guru marqueteiro da última campanha eleitoral dos comunistas em Americana, até trocou as cores do seu perfil do FB pelas cores da bandeira da Síria. “Jamais trocarei minha foto de perfil com a bandeira da França… Hipocrisia barata… Eu sou Síria… E digo mais, esse tal Estado Islâmico não é nem estado nem islâmico. ?? cria do imperialismo…”

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE