Espionagem na Petrobras não vai adiar leilão de Libra

A presidenta da Petrobras, Graça Foster, informou que as denúncias de espionagem contra a companhia de petróleo não vão intervir no leilão do Campo de Libra, do pré-sal da Bacia de Santos, que fica mantido para acontecer dia 21 de outubro. 

???Do que eu vejo, do que tenho de informação, definitivamente, do que está sobre a mesa, não há a menor possibilidade de mudança de data de leilão por conta dessa informação, que não é material, não está identificada???, disse Graça, que terá, inclusive, uma reunião com o Senado na quarta-feira, dia 18. ???Vou estar lá, me preparar o máximo que puder, para responder a todas as perguntas???, completou.
Sobre a segurança de informações sigilosas, Graça disse que ???a Petrobras tem um sistema de proteção bastante adequado, em que nós fazemos permanentemente alterações neste sistema tecnológico que faz a proteção do nosso sistema. Nós temos uma política de segurança empresarial. Menos de três semanas atrás, aprovamos uma revisão nessa política. Estamos atentos.???
O bônus de assinatura a ser pago à União para quem vencer o leilão é de R$ 15 bilhões. A área é de 1,5 mil quilômetros quadrados. Os ganhadores deverão desenvolver as atividades de exploração por quatro anos, podendo ser estendido. O contrato deverá ser assinado em novembro.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE