eSocial é tema de encontro na Acias

A implantação do eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) vai provocar uma grande mudança na cultura e na rotina das empresas. A avaliação é de Edison Ferreira Rodrigues, presidente do Sescon Campinas (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas da Região Metropolitana de Campinas). Rodrigues foi um dos participantes da palestra realizada nesta sexta-feira, na Acias (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Sumaré), sobre o eSocial. A iniciativa é uma parceria da entidade com a AESCON Sumaré (Associação dos Escritórios Contábeis). 

Para Rodrigues, a implantação do programa impõe uma série de mudanças no dia a dia das empresas. “O sistema não tem nada novo, mas exige o cumprimento de obrigações que muitas vezes não eram executadas. Agora, será preciso ficar mais atento às questões burocráticas, como prazo para envio de informações, por exemplo”, diz.

Como o programa ainda gera muitas dúvidas, o Sescon tem realizado encontros itinerantes para facilitar a participação de empregadores, empresas e profissionais de escritórios de contabilidade. A auxiliar contábil Beatriz Aline Pires do Prado aproveitou o encontro na Acias para tirar dúvidas. “O tema é muito importante. Participar desta palestra e ganhar conhecimento sem precisar sair de Sumaré facilitou bastante para nós”, comentou. Domingos Guerreiro, presidente da Acias, destacou que a iniciativa faz parte de uma preocupação constante da entidade de levar capacitação e informação aos associados.

O presidente da AESCON Sumaré (Associação dos Escritórios Contábeis), Alexandre Marchiçoli, reforçou a importância da palestra em Sumaré, já que a cidade tem mais de 60 escritórios de contabilidade. “O eSocial é um tema que ainda gera muitas dúvidas e este encontro foi importante para esclarecer diversos pontos do sistema” comentou.

A contadora Luciana Ribeiro, especialista em legislação trabalhista, previdenciária e implantação do Projeto eSocial, ministrou a palestra e alertou sobre a importância do envio correto, e no prazo, das informações para evitar multas. Luciana também esclareceu os questionamentos feitos pelo público.

Os organizadores do evento solicitaram aos participantes a doação de um quilo de alimento não perecível. As doações serão encaminhadas para uma entidade assistencial de Sumaré.

eSocial

O programa eSocial foi criado para unificar o envio de informações de empregados pelos seus empregadores. O cronograma de implantação começou no primeiro semestre deste a ano e terá cinco fases. De acordo com o governo federal, quando totalmente implementado, o eSocial reunirá informações de mais de 44 milhões de trabalhadores do setor público e privado. Segundo as estimativas do Sescon, o sistema terá a participação de mais de oito milhões de empresas e 80 mil escritórios de contabilidade.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE