Escolas arrecadam sacolinhas plásticas

No supermercado, elas servem para levar as compras. Nas residências, são muitas vezes usadas para o descarte de lixo. Mas nas escolas municipais de Nova Odessa, Profª Salime Abdo, Profª Haldrey Bueno, Profª Theresinha Merenda e Prefeito Simão Welsh, a história é diferente. Elas se transformam em bancos, cadeiras e outros mobiliários. Afinal, quem são elas? Elas são as sacolinhas plásticas.Segundo a diretora de Normas Pedagógicas de Nova Odessa, Rosimar Paschoalim Antonio, nestas quatro escolas municipais é desenvolvida uma campanha de arrecadação e transformação de sacolinhas plásticas. “O objetivo é sensibilizar os alunos e a comunidade escolar sobre a importância da reciclagem, em especial, das sacolinhas plásticas”, explicou.Por meio de um projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o supermercado Pague Menos, nestas quatro escolas há uma bag em que são depositadas as sacolinhas levadas pelos alunos.”Estas sacolinhas são recolhidas e pesadas pela cooperativa de catadores de recicláveis de Nova Odessa (CooperSonhos) e cada escola recebe uma pontuação. A arrecadação dos materiais teve início em setembro e, em novembro, a escola que mais arrecadar receberá como prêmio mobiliários feitos com as próprias sacolinhas”, explicou Rosimar.Por meio de um processo feito pela empresa Suzuki Recicladora, o plástico é processado até ser transformado em algum tipo de mobiliário. “Uma floreira, por exemplo, utiliza 18.430 sacolinhas, o que equivale a quase 82kg de plástico. ?? uma forma de demonstrar às crianças que os materiais podem ser reciclados. Assim, cada aluno fica mobilizado a levar à escola as sacolinhas que iriam ser jogadas fora”, disse Rosimar.A diretora de Normas Pedagógicas lembrou que, inicialmente, as sacolinhas são recolhidas nestas escolas como um projeto-piloto. “A proposta é ampliar para as outras unidade da rede municipal”, lembrou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE