Escola sem partido adiada por 50 dias

O projeto de lei que, na prática, pretende instituir a Escola Sem Partido em Americana, foi adiado por 50 dias na sessão desta quinta-feira. O autor da proposta, o vereador Marschelo Meche (PSDB), tentou conseguir o apoio dos pares, que questionaram a pressa em votar o texto antes da audiência pública, agendada para 10 de abril.
Um pequeno grupo de professoras e ativistas protestou durante a discussão e a votação do projeto de lei acabou ficando para depois do debate público.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE