Escola de Políticas Públicas desafia universitários

Como gerar soluções inovadoras e viáveis para ajudar a resolver um problema real enfrentado por uma prefeitura brasileira? Pensando nisso, a Escola de Políticas Públicas convoca universitários de todas as áreas para se unirem em equipes e proporem soluções para a 1ª edição do Desafio Universitário de Gestão e Políticas Públicas. As inscrições, gratuitas, estarão abertas de 1 a 16 de agosto pelo site: http://desafiouniversitario.org.br/.

“Nesse novo desafio da Escola de Políticas Públicas, queremos oferecer aos estudantes a possibilidade de aplicar na prática o conhecimento teórico que aprendem nas universidades. No cenário atual, onde há uma pressão muito grande para a entrega de serviços públicos de qualidade e um descrédito da sociedade em relação à gestão pública, queremos incentivá-los a encarar problemas complexos com um novo olhar, pensando em soluções que sejam executáveis, eficientes e que levem à entrega de serviços públicos de qualidade para os cidadãos, além de trazer uma nova fonte de inovação para a gestão pública”, afirma Ricardo Sudario, Diretor de Tecnologias Educacionais da Escola de Políticas Públicas.  Para participar, os alunos devem estar regularmente matriculados em uma Instituição de Ensino Superior  reconhecida pelo MEC, e em um campus no Estado de São Paulo. Estruturado em duas etapas, o Desafio funcionará da seguinte forma: primeiro as equipes recebem o case para a construção das propostas de solução, no período de 21 de agosto a 4 de setembro. Na segunda fase, que acontece em setembro, as 25 equipes escolhidas para a semifinal serão acompanhadas por um mentor com experiência prática na gestão pública durante 15 dias.
FinalistasNo dia 9 de outubro serão revelados os nomes das 7 equipes finalistas que participarão do evento de encerramento, que acontecerá em 26 de outubro. Nessa última etapa, as equipes terão 5 minutos para apresentar uma visão geral sobre o seu case, com mais 5 minutos para responder às perguntas feitas por uma banca avaliadora, que será composta por especialistas em gestão pública e políticas públicas. Após as apresentações, a banca apontará as 3 equipes vencedoras com as soluções mais viáveis, inovadoras e com maior potencial de impacto.
PremiaçãoAs 3 equipes vencedoras serão premiadas com o valor de R$ 1.000,00 (terceiro lugar), R$ 1.500,00 (segundo lugar) e R$ 2.000,00 (primeiro lugar). Além do valor em dinheiro, os participantes terão a oportunidade de participar de um intercâmbio de 3 dias na cidade de São Paulo para a equipe melhor classificada. Os vencedores farão uma imersão em organizações da sociedade civil que lidam diretamente com o setor público, como por exemplo, a Vetor Brasil, onde os universitários poderão ver de perto a estrutura, dinâmica e os desafios do trabalho com os agentes municipais e estaduais, conhecendo a trajetória de um ex-trainee da gestão pública. No Datapedia, os universitários aprenderão na prática como construir um diagnóstico municipal utilizando os dados públicos extraídos da plataforma da organização. As demais organizações participantes do intercâmbio ainda serão divulgadas.
Essa é a primeira edição do Desafio, e acontece no estado de São Paulo. No próximo ano, o Desafio será nacional, para pensar em soluções inovadoras e viáveis na gestão pública e envolver universitários de todos os cantos do país.
Com realização da Escola de Políticas Públicas, o Desafio Universitário de Gestão de Políticas Públicas conta com o patrocínio da Fundação Arymax e apoio da Agenda Pública, Datapedia, Vetor Brasil, RAPS, a Frente Nacional de Prefeitos e Soares Chinaite Sociedade de Advogados. 
Mais informações sobre o Desafio Universitário da Escola de Políticas Públicas:http://desafiouniversitario.org.br/ 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE