Equipes anti-Aedes recebem reforço do Exército

Assim como ocorreu em 2015, o Exército Brasileiro irá reforçar, a partir do dia 13 de fevereiro, as equipes da Prefeitura de Sumaré que atuam diariamente no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue, zika e chikungunya. O local e horário exato onde a equipe do Exército vai atuar na cidade ainda serão definidos e divulgados posteriormente, mas os soldados devem ser deslocados para uma das regiões prioritárias da cidade ??? aquelas em que há maios incidência de criadouros de larvas do mosquito transmissor no interior das residências.
Em 2015, os militares, treinados para operações de apoio ao Poder Público, atuaram junto à equipe municipal na vistoria de identificação e eliminação de todo tipo de recipiente que possa acumular água limpa e parada ??? os chamados ???criadouros??? das larvas do mosquito. Foram vistoriados aproximadamente quatro mil imóveis, de 76 quadras, na Região do Maria Antonia.
Além da eliminação dos materiais inservíveis, também foi realizada a aplicação de larvicida em casos de recipientes permanentes, ou seja, que não podem ser removidos. O objetivo dessa parceria entre Município e Exército é evitar ou interromper a transmissão da doença nas regiões mais afetadas. 
Segundo o último boletim da dengue divulgado pela Vigilância Epidemiológica de Sumaré, a cidade tem 18 casos confirmados de dengue até o momento em 2016, e nenhum das outras duas doenças.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE