Encontro discute cuidados com idosos

O 1º Encontro Municipal sobre Cuidados e Proteção da Pessoa Idosa, realizado nesta sexta-feira (15/06), no anfiteatro do Centro de Cultura e Lazer (CCL), reuniu 50 participantes. Promovido pelo Conselho Municipal do Idoso de Americana (Comid), em parceria com a Associação dos Cuidadores de Idosos de Campinas e Região Metropolitana (Acicarem) e Atende – Cuidadores de Idosos, o evento celebrou o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, instituído em 15 de junho de 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa.  
 O secretário de Ação Social e Desenvolvimento Humano, Aílton Gonçalves Dias Filho, ressaltou a importância da discussão do tema no município para a implementação das políticas públicas de atendimento aos idosos na cidade. ???Parabenizo o Comid pela iniciativa do evento e a participação de todos. Nosso país está envelhecendo e precisamos pensar em políticas públicas para os idosos, revertendo ações importantes para esta população e aprofundando nossos conhecimentos para esta questão???, disse o secretário. Para a presidente do COMID, Danielle dos Santos Marques Cursiol, a realização do encontro no Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa proporcionou a reflexão da sociedade para a questão da saúde, do empoderamento e direitos dos idosos. ???Nosso foco é trabalhar o tema no município, com o envolvimento de toda a sociedade. No Brasil, o grande complexo da pessoa idosa é a questão da saúde e o acesso às políticas públicas de defesa e proteção à pessoa idosa, que asseguram um envelhecimento com qualidade de vida???.
A importância do cuidado e do cuidador de idosos foi abordada no encontro pela gerontóloga, Mariana Garcia Sandrin, da Atende Cuidadores de Idosos. ???O que faz um país envelhecer? A qualidade de vida é muito importante. Acesso à saúde, saneamento básico, educação, ajudam a aumentar a longevidade. Estas conquistas contribuem para viver mais e com qualidade de vida melhor. O processo heterogêneo é um dos maiores desafios da saúde pública contemporânea. No Brasil, 14,3% da população é idosa. O ano de 2020 está sendo considerado o ano da virada, pois será iniciada a inversão da pirâmide etária, significando o envelhecimento da população, mais idosos do que crianças até 2050???. Para a gerontóloga, envelhecer traz medos e questões que a família precisa entender. ???A dependência muda a rotina do idoso e de toda a família. 30% dos idosos envelhecem com alguma limitação em atividades diárias. O cuidador de idoso é um profissional capacitado para atender as necessidades do paciente em sua residência ou instituição, sem privá-lo do ambiente familiar e de sua rotina diária, auxiliando o idoso nas suas atividades???, explicou Mariana.
O Encontro também discutiu os temas ???Combate à violência contra a pessoa idosa???, ministrado pela advogada Danielle dos Santos Marques Curciol, e os ???Avanços e desafios na regulamentação da profissão de cuidador???, pela enfermeira ??rika Kate Lima. Também participaram da discussão o presidente da Acicarem, Benedito Saga; a integrante da associação, Maria Angélica T. Martins; a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Neide Nunes; a subsecretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Beatriz Betoli Bezerra, entre outros convidados. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE