Empresário exige que Massa não seja 2º piloto

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o empresário de Felipe Massa, Nicolas Todt, afirmou que a principal exigência para assinar com outra equipe da Fórmula 1 para o ano que vem será que o brasileiro não precise cumprir o papel de segundo piloto, trabalhando para o companheiro. Segundo o agente, o fato de Massa ter que pensar “primeiro em Fernando Alonso e depois nele mesmo” comprometeu os resultados do piloto paulista e “desestabilizou” sua situação na Ferrari. A escuderia italiana acertou com o finlandês Kimi Raikkonen para o lugar de Massa em 2014.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE