Empresário cobra R$ 6 mi e quer falência do Hopi Hari

do G1- Uma ação judicial que corre em Vinhedo na quarta-feira, 13, pede a falência do parque de diversões Hopi Hari. A ação se refere a um pedido de recuperação judicial e falência, protocolado pelo empresário Cesar Augusto Federmann, que cobra uma dívida de R$ 5.911.231,21. O parque diz não ter conhecimento da cobrança e diz que não foi citado judicialmente.
O processo corre na 1ª Vara Cível de Vinhedo e em seu primeiro andamento, o juiz do caso, Fábio Marcelo Holanda, decidiu por citar o parque de diversões. ???Cite-se a devedora para apresentar contestação no prazo de 10 dias…???, disse o juiz em sua decisão. Ainda em sua decisão, o juiz deixa claro, que se o Hopi Hari depositar o valor cobrado, não será decretada a falência.  ???… consignando-se no mandado que a devedora poderá, no prazo da contestação, depositar o valor correspondente ao total do crédito, acrescido de correção monetária, juros e honorários advocatícios arbitrados em 1% (um por cento) do valor da causa, levando-se em conta o seu elevado valor , hipótese em que a falência não será decretada???, disse o juiz em sua decisão.
Em nota, o parque disse não ter conhecimento deste pedido de falência. ???O Hopi Hari desconhece qualquer pedido de falência contra ele protocolado por Cesar Federmann???, disse em nota.Segundo a assessoria de imprensa do Hopi Hari, existe uma liminar que impede a cobrança deste valor, que seria proferia pela 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca de SP.
???A tentativa de protestar o pretenso crédito (valor devido) de Cesar Federmann foi suspensa em 12.01.16, onde tramita demanda judicial envolvendo os negócios jurídicos entre as partes???, disse a assessoria do parque em nota.O parque continua com seu funcionamento normal sem qualquer interferência para os clientes.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE