Embargos ‘prontos’ para serem votados

O destino da prefeitura de Americana está perto de ser definido. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) já pode votar os ‘embargos de declaração’ interpostos por advogados do prefeito Diego De Nadai (PSDB). O tucano voltou para o comando da prefeitura graças a uma liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes. 
O relator do processo de cassação de Diego (que foi considerado culpado no TRE e no TSE), Henrique Neves, recebeu ontem a conclusão do trâmite do caso. Precisavam ser ouvidos o Ministério Público Eleitoral, os advogados de PT e PMDB. Os advogados de Diego questionam a votação e todo o processo que resultaram na cassação (cassação por 7 votos a 0 no plenário).
A assessoria do Tribunal informou que agora o plenário precisa votar o caso. Para ser votado, o pedido precisa ir ao plenário e entrar na pauta. A pauta desta quinta não prevê a votação dos embargos, mas o relator pode pedir a inserção do tema.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE