Eduardo Cunha renuncia à presidência da Câmara

O presidente da Câmara afastado, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou nesta quinta-feira (7) sua renúncia ao comando da Casa. Cunha destacou o “protagonismo e a independência” da Câmara durante o seu mandato e informou que deixou o posto porque a “Câmara não suportará esperar”.
??? Ao completar 17 dos 24 meses do meu mandato como presidente, dois meses de afastamento do cargo e ainda estando no recesso forense do Supremo Tribunal Federal, em que não existe qualquer previsão de apreciação dos recursos do meu afastamento, resolvi ceder aos apelos generalizados dos meus apoiadores. ?? público e notório que a Casa está acéfala, fruto de uma interinidade bizarra.
Cunha destacou pautas votadas durante a sua gestão, como a “reforma política, terceirização de mão de obra, redução da maioridade penal, PEC da bengala, estatuto do deficiente, pautas de segurança pública, correção do FGTS”, classificadas por ele como “alguns dos importantes temas votados na minha gestão”. Disse ainda que a Câmara sofre instabilidade.
??? Somente a minha renúncia poderá pôr fim a essa estabilidade sem prazo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE