Ecoponto já recebeu 750 toneladas este ano

O Ecoponto do Jardim Monte das Oliveiras já recebeu 750 mil toneladas de materiais inservíveis em 2017. Deste total, 250 mil toneladas foram reaproveitadas na recuperação de estradas na área rural da cidade. O espaço foi inaugurado em novembro de 2014 e se tornou modelo padrão de local para descarte de resíduos.
“O Ecoponto é uma conquista muito importante para nossa cidade. Evitamos que todo este material fosse descartado irregularmente em nossas estradas e terrenos”, afirmou a diretora de Meio Ambiente, Fernanda Dagrela. Segundo ela, embora ainda existam inúmeros casos de descarte irregular de entulhos, o Ecoponto colaborou para a redução dos índices. “Certamente teríamos muito mais casos de descartes”, disse.De acordo com a diretora, cerca de 500 mil toneladas de resíduos da construção civil e materiais inservíveis arrecadados no Ecoponto foram levados para um aterro sanitário na região para a destinação final correta. “Além disso, cerca de 250 mil toneladas de resíduos da construção foram utilizadas pela Administração na recuperação de estradas rurais. O Ecoponto permite não apenas evitar o descarte irregular nas ruas, como também recuperar parte do material arrecadado em ações de melhorias em nossa cidade”, continuou.A diretora destacou que os materiais recicláveis descartados no Ecoponto são encaminhados para uma cooperativa de reciclagem da cidade, que realiza a separação e destinação final adequada. “O espaço também tem importante contribuição na geração de renda destas famílias”, lembrou. REFER??NCIA ??? Instalado na esquina das ruas Vilhelms Rosenbergs e Aristides Réstio, no Jardim Monte das Oliveiras, o Ecoponto novaodessense se tornou referência regional por conta do seu sistema de funcionamento. O espaço conta com caçambas e bags, que evitam que os resíduos sejam depositados no chão, e está em área cercada por alambrados e com controle de entrada e saída dos materiais.No Ecoponto é possível descartar materiais recicláveis limpos como papel, papelão, plástico, vidro, metal e isopor; resíduos da construção civil (até 1m³ por pessoa/dia); madeira e móveis usados; restos de poda; óleo de cozinha (devidamente embalado em garrafa PET); roupas usadas; aparelhos eletrônicos e pneus (quatro unidades por pessoa/dia). O espaço funciona de diariamente, das 7h às 19h.Nova Odessa conta ainda com três LEVs (Locais de Entrega Voluntária) e um PEV (Ponto de Entrega Voluntária) para o descarte exclusivo de materiais recicláveis. Os espaços funcionam 24h e estão instalados no Parque Ecológico Izidoro Bordon, no Bosque Manoel Jorge, na Rua Manaus, no Jardim São Jorge e na Praça Central José Gazzetta.”?? importante esclarecer que o Ecoponto, os LEVs e o PEV não recebem resíduos orgânicos, perigosos, industriais, hospitalares e farmacêuticos, animais mortos, lâmpadas fluorescentes ou ainda pilhas e baterias”, esclareceu Fernanda.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE