Dívida da prefeitura passa de R$ 1,2 bi

Mesmo pagando R$ 100 milhões de juros e amortizações e sem ter contraído novos empréstimos, a dívida do município de Campinas está em R$ 1,27 bilhão, com prazos de vencimento entre 2014 e 2030. A conta bilionária cresceu 1,8% em relação ao ano passado e compromete 41,8% das receitas correntes líquidas.

Esse comprometimento, bem abaixo do limite máximo de endividamento definido pelo Senado (de 120% das receitas correntes líquidas), abre espaço, segundo o prefeito Jonas Donizette (PSB), para a administração levantar recursos de empréstimos de longo prazo nos organismos de crédito federal para investimentos na cidade, em programas de infraestrutura e mobilidade urbana.

O maior valor vem da dívida contratada interna, que soma R$ 491,9 milhões junto ao Banco do Brasil (BB) e tem vencimentos que vão de março de 2014 a janeiro de 2030.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE