Dívida ‘a vencer’ de AM bate nos R$ 115 milhões

A dívida da prefeitura de Americana com fornecedores bate a casa dos R$ 115 milhões. A informação foi passada pelo secretário de negócios jurídicos, Alex Niuri, esta sexta-feira, que usou relatório da CGU (Controladoria Geral da União). No começo do ano, o governo Omar Najar (PMDB) decretou moratória de 90 dias para os fornecedores.
Relatório elaborado pelo governo e entregue ao secretário Niuri acusa as gestões anteriores de superfaturamento na compra de alimentos, para a saúde e educação. Segundo o documento apresentado, a dívida é de cerca de R$ 1,6 milhão em produtos alimentícios. 
Na lista havia mais de 100 itens superfaturados, como o óleo de soja que era comprado por R$ 5,78, o achocolatado com o superfaturamento de 338%, a batata com 171%, e muitos outros.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE