Saúde. Dr. Daniel, Fernando e Jr Dias com projetos e pedidos

Dr. Daniel quer semana de prevenção de acidentes com pedestres

O vereador Dr. Daniel (PDT) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um projeto de lei em que propõe a criação e inclusão no calendário oficial do município da Semana de Prevenção de Acidentes com Pedestres, a ser realizada anualmente na semana do dia 08 de agosto – Dia Internacional do Pedestre. De acordo com o parlamentar, a criação da semana tem como objetivo a realização de campanha educativa para a conscientização de motoristas, motociclistas e ciclistas sobre a preferência de travessia dos pedestres nas vias públicas do município, bem como a oferecer orientação aos pedestres para uma travessia segura, adotando-se, preferencialmente, a elaboração e distribuição de material impresso nas vias públicas, publicações e inserções em mídias impressa e/ou eletrônica, físicas ou virtuais.

 

O projeto de lei também autoriza o poder público municipal a firmar parcerias e convênios com instituições de ensino e organizações não governamentais para auxiliarem na organização e realização da semana. Dr. Daniel alerta para o aumento considerável do número de atropelamentos de pedestres registrados em Americana em 2020. “O Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo registrou 62 ocorrências de atropelamento em Americana, vitimando fatalmente quatro pessoas nesse mesmo período. Diante dessas estatísticas e, também, com as situações corriqueiras que presenciamos no dia a dia, fica evidenciada a necessidade de promover campanha para conscientizar motoristas, motociclistas e ciclistas sobre a atenção que eles devem ter com as pessoas que andam a pé nas ruas e calçadas”, aponta.

O projeto de lei será encaminhado para as comissões técnicas permanentes da Casa e, não havendo óbice à sua tramitação, será apreciada e votada pelos vereadores em sessão ordinária.

Fernando da Farmácia questiona ouvidoria da saúde

O vereador Fernando da Farmácia (PTB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre o trabalho e resultados da ouvidoria da saúde do município. No documento, o parlamentar destaca que a ouvidoria é o setor responsável por receber reclamações, denúncias, sugestões, elogios e demais manifestações dos cidadãos quanto aos serviços e atendimentos prestados pelo município e acrescenta que o contato direto entre os usuários do sistema de saúde e a Administração Pública, quando bem conduzido, é um termômetro importante para o gestor público.

“Como exemplo, é possível identificar quais as maiores deficiências do sistema, quais ações devem ser adotadas para saná-las ou amenizá-las e a real eficiência dos serviços prestados à população”, frisa Fernando. No requerimento, o parlamentar pergunta quantos atendimentos foram realizados de 2019 até o primeiro quadrimestre de 2021 e também quais os setores e serviços mais citados em reclamações, denúncias e elogios. Questiona ainda se houve abertura de sindicâncias ou processos após denúncias formuladas via ouvidoria e os referidos desfechos. Também quer saber qual a estrutura física e de pessoal da ouvidoria.

O requerimento foi votado pelos vereadores em Plenário na sessão ordinária da quinta-feira (27).

 

Juninho Dias quer tratamento pós-Covid

O vereador Juninho Dias (MDB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana uma indicação em que pede a implantação de programa de reabilitação física e de saúde pós-Covid, voltado a pessoas que contraíram a doença e apresentam sequelas. No documento, o parlamentar destaca que é comprovado que, uma vez vencida a doença, muitas pessoas desenvolvem uma série de sequelas que impactam diretamente em sua qualidade de vida, como fadiga, perda muscular, cansaço, mobilidade reduzida e dificuldade de equilíbrio – limitações que por vezes permanecem mesmo depois de tratamentos com fisioterapia e pneumologistas.

“Por isso, é importante manter programas de longa duração que possam contemplar esse grupo de pessoas e servir como uma ferramenta de saúde e esporte para melhorar na qualidade de vida da população”, afirma Juninho.

O vereador sugere que servidores municipais auxiliem na reabilitação dos pacientes e também a participação de voluntários, ONGs (Organizações Não-Governamentais) e até faculdades nesse processo. Juninho Dias que a ideia será apresentada à secretária municipal de Esportes para identificar a sua viabilidade e possíveis adequações necessárias.

O requerimento foi votado pelos vereadores em Plenário na sessão ordinária da quinta-feira (27).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE