Dr. Daniel discute demandas com Chico e Léo agendamento de consultas

Dr. Daniel discute demandas da saúde com prefeito Chico Sardelli

 

O vereador Dr. Daniel (PDT) reuniu-se na quinta-feira (18) com o prefeito de Americana Chico Sardelli para apresentar demandas relacionadas ao atendimento à saúde prestado pelo município e à atual situação do Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi” em decorrência da alta no número de internações por Covid-19. Também participou da reunião a médica pediatra Dra. Adriana Carina Polito Cardoso.

Durante a reunião, Dr. Daniel falou sobre a importância de reestruturar a saúde no município. “Já elaborei várias indicações e requerimentos ao prefeito solicitando melhorias ao atendimento à saúde e, durante esse encontro, detalhei ao Chico cada uma dessas demandas apontadas. Também aproveitei a ocasião para agradecê-lo por atender as sugestões de mudanças estruturais no hospital municipal que permitiram a liberação de uma ala para a criação de novos leitos de internação por Covid-19”, comentou.

De acordo com o parlamentar, a prioridade no momento é ampliar a capacidade de atendimento aos pacientes infectados pela Covid-19, principalmente em relação à disponibilidade de mais leitos de internação. “Outras necessidades apresentadas ao prefeito foram a contratação de neuropediatra, cardiologista e outros profissionais para o Núcleo de Especialidades, a abertura da farmácia 24 horas no hospital municipal e a reativação do hospital infantil André Luiz, entre outras melhorias para a rede municipal de saúde”, acrescentou Dr. Daniel.

Léo da Padaria questiona problemas em agendamentos de consultas com especialistas através do programa “Saúde Já”

O vereador Léo Alves, o Léo da Padaria (PV), protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento questionando o Poder Executivo sobre dificuldades enfrentadas por pacientes no agendamento de consultas no programa “Saúde Já”, implementado pela secretaria municipal de Saúde.

De acordo com o parlamentar, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) o procuraram para relatar problemas com os encaminhamentos para especialistas, que é feito nas unidades básicas de saúde após consulta com o clínico geral.

“O agendamento no programa ‘Saúde Já’ é feito na própria UBS, com os dados da paciente, e inserido em um sistema informatizado. Ocorre que, no caso apresentado em nosso gabinete, depois da espera de quase um mês pela consulta, a paciente foi surpreendida ao chegar ao consultório e receber a informação da secretária de que não havia agendamento no nome dela”, relata Léo.

No documento, o vereador questiona a origem do problema, se isso tem sido frequente e quantos casos já foram registrados. Pergunta ainda se o sistema de agendamentos foi adquirido de terceiros ou desenvolvido por equipe da própria prefeitura e, seja qual for a resposta, quer saber se já houve a comunicação ao setor responsável para providenciar a solução. Também questiona se os funcionários que fazem o agendamento receberam treinamento específico.

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário na próxima sessão ordinária. As sessões estão temporariamente suspensas durante a fase emergencial do Plano São Paulo de combate à Covid-19.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE