Dois são presos pelo assassinato de Marielle Franco

Dois homens foram presos na manhã desta terça-feira por envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL). O sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa, de 48 anos, e o ex-PM Elcio Vieira de Queiroz, de 46 anos foram detidos em uma operação da Delegacia de Homicídios (DH) da Capital e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ. 
Segundo denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro, Lessa foi quem atirou na vereadora e seu motorista, Anderson Gomes, enquanto Queiroz dirigia o carro no momento do ataque. De acordo com a promotoria, o crime foi premeditado com 3 meses de antecedência.  ,

Além das prisões, a operação, denominada Buraco do Lume, busca cumprir mandados de busca e apreensão nos endereços dos denunciados para apreender documentos, telefones celulares, notebooks, computadores, armas, acessórios, munições e outros objetos.
Em um trecho da denúncia, as promotoras ressaltam a execução fria. ????? inconteste que Marielle Francisco da Silva foi sumariamente executada em razão da atuação política na defesa das causas que defendia. A barbárie praticada na noite de 14 de março de 2018 foi um golpe ao Estado Democrático de Direito”.
Após uma investigação minuciosa dos telefones presentes na região em que Marielle estava na noite do assassinato, a polícia chegou ao número usado por Lessa, aparelho esse comprado em nome de terceiros – o seu telefone celular estava sendo usado por uma mulher em outro local provavelmente para despistar as investigações -. Em pesquisa nos armazenamentos em nuvem, a polícia afirmou que Lessa monitorava a agenda de Marielle.  

VIZINHOS: Fato que chama a atenção, mas sem ligações comprovadas, é de que o policial Lessa – que conduzia o veículo no momento do crime – é vizinho do atual presidente Jair Bolsonaro (PSL) em um condomínio. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE