Dois contestam Crivelari no comando do PSL

Partido que ‘arrebentou’ nas eleições para deputado em São Paulo e caminha para fazer o próximo presidente, o PSL deverá ser alvo de disputa a partir de janeiro de 2019 em Americana. Nome mais forte e próximo ao senador eleito Major Olímpio, o ex-vereador Luiz Crivelari teria indicado o filho Erik para presidir a legenda, mas ao menos dois políticos locais contestam a informação.
Ex- PV e PSDB, Leandro Braz disse ter nas mãos a nominata do PSL e promete lutar para ser um dos nomes da legenda em 2020. Já Jardas Macedo (que incorporou o nome Bolsonaro) diz que foi o organizador do evento desta sexta-feira. No facebook, ele se intitula como ‘coordenador’ local do PSL.
NO TSE– No Filiaweb do TSE, Jarbas consta entre os filiados do partido, que tem cerca de 300 integrantes na cidade.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE