Direita anti Bolsonaro tenta reavivar na região

A direita anti Bolsonaro, que passou 2020 bastante parada na região, tenta voltar à vida com os protestos pelo impeachment do presidente marcados para o próximo domingo em diversas capitais. O MBL de Americana, que em 2015 e 2016 era comandado pelo vereador Marschelo Meche/PSL, que foi expulso do grupo no mandato passado. A última postagem do grupo, já crítica a Bolsonaro, é de 30 de abril de 2020. A postagem fala do BolsoLula que ia se fortalecendo.

O único grupo hoje ativo é o Vem Pra Rua Sumaré, que tem uma página no facebook e faz sistemáticos ataques a Bolsonaro. O VPR divulga o Mapa do Impeachment e a carreata que deve acontecer contra Bolsonaro no próximo domingo.

NOVO BOLSONARISTA- O Novo, partido de direita liberal que tinha vários bolsonaristas em 2020, mantém sua página ativa no facebook e não faz nenhuma crítica ao presidente. A página fez coro com o governo ao adotar discurso semelhante ao dele ‘no tocante’ à saída da Ford do país. O partido não teve candidatos a vereador na cidade e tem um grupo de whatsapp ‘paradasso’ hoje em dia.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE