Dirceu Dalben pede mais doses de vacina à saúde na RMC

Com a pandemia de coronavírus em sua pior fase, com altas taxas de contágios e internações, os serviços hospitalares da RMC (Região Metropolitana de Campinas) se viram obrigados a realizar contratações emergenciais e temporárias de profissionais nas mais diversas áreas de atuação da saúde.

Diante disso, o deputado estadual Dirceu Dalben (PL) solicitou ao Governo do Estado de São Paulo que seja providenciada a ampliação do fornecimento de vacinas voltadas a esse público que diretamente na linha de frente contra a covid-19.

“A quantidade de profissionais de saúde atuando nos serviços essenciais e de combate ao coronavírus tem aumentado diariamente para fazer frente às necessidades impostas pela pandemia. Muitos municípios, hospitais privados e outros serviços precisam contratar novos profissionais constantemente e a proteção desses colaboradores é fundamental para garantir o pleno atendimento à população”, explicou Dalben.

Ampliação do público alvo

Em outro ofício destinado ao Governo do Estado de São Paulo, o parlamentar está solicitando a inclusão dos motoristas e auxiliares de transporte escolar, caminhoneiros, motoristas de aplicativos, motoboys e entregadores de delivery entre o público alvo da campanha de imunização.

“A ampliação da imunização é fundamental para o retorno de todas as ações suspensas por conta da pandemia, principalmente, o convívio entre pessoas e a normalidade das atividades econômicas. Diante disso, estamos solicitando que o Governo do Estado inclua esses novos grupos prioritários no cronograma de imunização, tendo em vista que são profissionais de serviços essenciais e que estão mais expostos à contaminação do vírus”, defendeu Dalben.

Na terça-feira, dia 20 de abril, o Governo Estadual anunciou a inclusão de motoristas e cobradores de ônibus no cronograma de vacinação a partir do dia 18 do próximo mês, medida que vem ao encontro da demanda do deputado Dalben.

“Nossa luta é para que a vacina esteja disponível para o maior número de pessoas possíveis o quanto antes e que tenhamos mais tranquilidade para nossa saúde pública”, finalizou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE