Dilma corta 8 ministérios e traz Lula pra ajudar

(Reuters) – A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta sexta-feira a esperada reforma administrativa e ministerial com a redução de oito dos 39 ministérios de seu governo, para cortar gastos e fortalecer a base aliada no Congresso, num cenário de recessão econômica e risco de impeachment.
Durante a apresentação das medidas, no Palácio do Planalto, Dilma defendeu a articulação política que levou a uma dança das cadeiras e aumentou a parte do PMDB no ministério, apesar das crises frequentes entre o governo e a bancada no Congresso, alegando a necessidade de estabilidade política para que o país obtenha estabilidade econômica.
???Precisamos de estabilidade política, por isso essa reforma tem o propósito de estabilizar a base, buscando maioria no Congresso. Estamos tornando a coalizão de governo mais equilibrada, fortalecendo a relação com partido e parlamentares???, afirmou a presidente.
???Trata-se de articulação política que respeite os partidos que fizeram parte da coalização que me elegeu e que tem direito e dever de governar comigo???, disse.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE