Diesel sobe mais. Caminhoneiros e a tensão contra Bolsonaro

A Petrobras reajustou o preço do diesel nas refinarias em quase 9%, após 85 dias de estabilidade, segundo anúncio desta terça-feira (28). O aumento começa a valer na quarta-feira. Com a mudança, o valor médio do combustível vendido às distribuidoras vai de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, um reajuste médio de R$ 0,25 por litro.

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou nesta segunda-feira, 27, que o país passará por reajuste no preço do diesel. A fala ocorreu durante conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada. Segundo Bolsonaro, apesar dos brasileiros estarem “insatisfeitos” com os sucessivos aumentos nos preços dos combustíveis, não consegue “fazer milagre”.

 

Após a divulgação pela Petrobras do reajuste do preço do óleo diesel, sindicatos que representam os caminhoneiros afirmam que vão realizar uma “paralisação a qualquer momento” para pressionar os governo a rever a política de preços.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE