Dicas para PCD buscando trabalho em 2020

O Brasil contava com mais de 12,5 milhões de brasileiros PCD, o que corresponde a 6,7% da população de acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São pessoas que possuem alguma deficiência ou doença crônica que comprometem a mobilidade. As empresas sabem que uma deficiência física não limita a capacidade de trabalho de um indivíduo e, é por isso que muitas vagas são pensadas especialmente para quem possui tais limitações. Quem é PcD já trabalhou em alguma empresa, muitas vezes, pelo bom serviço, até acabou sendo promovido. Mas, depois de anos, por um motivo ou outro, foi demitido precisa seguir algumas dicas para conseguir uma nova vaga. Há muita vaga e o mercado está preparado para quem é PcD, mas agora depende de você!  A RH NOSSA vai te ajudar com algumas dicas!
Dentro da leiDe acordo com a LEI Nº 8.213, de 24 de julho de 1991, a chamada lei de contratação de pessoas com necessidades especiais em seu artigo 93, a empresa com 100 ou mais funcionários está obrigada a preencher de dois a cinco por cento dos seus cargos com beneficiários reabilitados:
– até 200 funcionários……………… 2%- de 201 a 500 funcionários……….. 3%
– de 501 a 1000 funcionários……… 4%
– de 1001 em diante funcionários… 5%

Agora que você sabe que as grandes empresas contratam PcDs, vamos ver o que fazer pra conseguir chamar a atenção destas companhias: Atualizar o seu currículoAssim como qualquer outra vaga, as que são destinadas aos PcDs também precisam receber currículos atualizados em  todos os sites de emprego: “Coloque a empresa que você saiu, cargos, atividades, qual período trabalhou e quais experiências adquiriu.  Somente desta maneira o recrutador pode analisar o seu nível de conhecimento e, se o seu perfil se adequar a vaga, você pode ser chamado” explica Maria Zélia Souza, analista de recrutamento e seleção da RH NOSSA. Contato fácilDe nada adianta ter um currículo invejável se te encontrar for uma tarefa complicada. Coloque todos os meios de entrar em contato contigo no currículo: “Telefone, WhatsApp,  e-mail, avisar amigos e familiares: “Muitas vezes a família nem sabe que você está buscando um trabalho e nem que está cadastrado nos sites de emprego”.  
Cadastro apenas nas vagas corretasSe cadastrar apenas nas vagas correspondentes às pessoas com deficiência, de preferência naquelas que estejam alinhadas com o seu perfil: ” Não adianta se cadastrar para qualquer vaga. Se não entender nada de administração e tentar a vaga só por ser PcD, as chances de ser chamado são poucas. Vá naquelas que você sabe o que precisa ser feito. As vagas específicas foram pensadas na sua locomoção, mas precisa estar dentro do que você sabe fazer, você não será chamado para uma vaga PCD apenas por ser PCD, é preciso saber o que ” completa. Informações específicas Vale descrever quais são as suas deficiências. Se for visual, por exemplo, contar como chegou neste quadro, se foi acidente, doença ou de nascença, deixar claro se é total ou parcial, dentre outros detalhes. Quanto mais informações passar, melhor será o trabalho do recrutador e maiores as chances de recolocação.
No site da RH NOSSA há um setor destinado especialmente para as vagas específicas de PCD, assim, você não perde tempo e encontra a vaga correta para cada caso.
Fonte: KAKOI Comunicação

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE