Dia dos Namorados: Prefeitura de Sumaré orienta as compras

Com o objetivo de valorizar e aquecer o comércio local e fazer girar a economia da cidade neste Dia dos Namorados, comemorado dia 12 de junho, a Prefeitura de Sumaré incentiva a população a comprar seus presentes e utilizar os serviços de lojas e estabelecimentos do Município, seja de forma presencial ou online, sempre atendendo todas as normas sanitárias e de proteção. Além disso, a unidade do PROCON da cidade também oferece algumas dicas para que as compras sejam seguras e tranquilas para a população.

“Sumaré tem uma oferta variada e ampla de produtos e serviços, tudo o que a população deseja pode ser encontrada aqui. Com a reabertura do comércio, incentivamos que os munícipes façam suas compras na cidade, além de fazer aquela refeição ou programa especial por aqui. São diversas maneiras para comprar: presencial, respeitando todas as normas sanitárias, virtual com retirada no estabelecimento, online com recebimento em casa, enfim, como cada um preferir ou de acordo com o funcionamento de cada local. Além de contarmos com uma gama de opções de presentes em calçados, vestuário e perfumaria, entre outros estabelecimentos com variedades, essa é uma forma de driblarmos a crise causada pelo coronavírus, mas sem deixar de cumprir todas as regras necessárias para a proteção de todos”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Padovani.

O Procon Sumaré orienta que, antes de mais nada, é preciso pesquisar em vários locais, já que o preço costuma variar de uma loja para outra. Além disso, o consumidor deve sempre considerar a possibilidade de pagar à vista, pois muitos estabelecimentos oferecem bons descontos. Caso a opção seja pelo pagamento parcelado, é preciso fazer as contas e checar se o valor das parcelas cabe no orçamento. Também deve-se levar em conta a taxa de juros de cartões de crédito, que deve estar claramente estabelecida no contrato.

Em caso de compras pela internet, o consumidor deve se atentar a detalhes importantes, como, por exemplo, verificar se o estabelecimento comercial vai cumprir o prazo de entrega e solicitar esse comprovante por escrito. Também deve identificar no site da loja todas as informações gerais da empresa (razão social, CNPJ, endereço, telefone e outras formas de contato além do e-mail) e solicitar a nota fiscal para resguardar os direitos em caso de problemas.

Outra orientação importante a fim de evitar situações desagradáveis é ler a política de privacidade da loja virtual para saber quais compromissos ela assume quanto ao armazenamento e manipulação de seus dados, além de imprimir ou salvar todos os documentos que demonstrem a compra e a confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.).

Direitos do Consumidor

Para o produto que apresentar algum problema, o Código de Defesa do Consumidor garante um prazo para reclamação junto ao fornecedor: até 90 dias para produtos duráveis e até 30 dias para produtos não duráveis. O lojista pode, primeiro, propor um conserto, que deve ser feito em até 30 dias. Se mesmo assim o problema persistir, o consumidor tem direito à troca do produto, à devolução do valor pago ou a um abatimento no preço.

No caso de mercadorias que necessitem ser entregues em domicílio, solicite que o prazo de entrega seja registrado na nota fiscal ou recibo. No Estado de São Paulo, a Lei 13.747/2009, conhecida como “Lei da Entrega”, obriga as empresas a estabelecerem data e turno para a entrega de produto ou a realização de serviço ao consumidor.

É possível desistir da compra de um produto em até sete dias, contados a partir da aquisição ou do recebimento. O mesmo vale para a contratação de serviços. Para mais segurança, efetue o pedido de cancelamento por escrito. Produtos importados adquiridos no Brasil em estabelecimentos devidamente legalizados seguem as mesmas regras dos nacionais.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE