Desencanou de ser musa fitness e tirou a roupa

“Fui modelo fitness por dois anos e não ganhei dinheiro. Resolvi então tirar a roupa na webcam e fiquei rica”, afirma Jéssica Constantino
Ser modelo fitness e digital influencer é atualmente o sonho de muitas mulheres. Mas, afinal, é possível ficar rica sendo uma beldade que faz sucesso nas redes sociais? Jéssica Constantino decidiu abriu o jogo e falar sobre as dificuldades da carreira.
“Fui modelo fitness por dois anos e não ganhei dinheiro. Resolvi então tirar a roupa na webcam e fiquei rica”, revela a estudante de arquitetura.
“Me cadastrei em um site e me tornei uma camgirl. Já posei na Revista Sexy, saí em alguns jornais e hoje faço venda de conteúdo adulto. Faço vídeos eróticos, fico na webcam e também tiro a roupa, então tem várias formas da pessoa adquirir meu conteúdo. No meu site as pessoas podem comprar meus vídeos prontos. Produzo meus próprios vídeos, gravo, edito, faço tudo e deixo em um valor em dólar para as pessoas que tiverem interesse em comprar”, explica a loira de 27 anos.
Jéssica Constantino explica que os vídeos variam entre 15 minutos: “Faço tudo no vídeo, tiro a roupa, fico me sensualizando na câmera e faço também online por sites que já têm essa plataforma de lives. Vendo fotos também pelo SnapChat. Antigamente vendia pelo WhatsApp, mas deu muita confusão, acabou vazando algumas fotos minhas e então acabei desistindo do aplicativo”.
A loira que tem 110cm de bumbum, 94cm de busto distribuídos por 1,60m de altura e 60kg usa três nomes artísticos: Jéssica Constantino, JehGoddess e JehSuicide.
Segundo ela, os trabalhos são feitos por pacotes que variam de US$ 10 a US$ 400. A maioria dos clientes são americanos e alguns a procuram apenas para conversar e trocar confidências.

Créditos para:  Foto: Divulgação / PressWoman

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE