Deputado quer readequação na polícia civil em Sumaré

O deputado estadual Dirceu Dalben (PL) reiterou novamente nesta sexta-feira (03), junto ao Governo do Estado, a necessidade de readequação da Polícia Civil de Sumaré, incluindo a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), que continua sem uma delegada. O parlamentar alerta sobre a defasagem de profissionais e a falta de estrutura desde o início de seu mandato e segue cobrando providências.

“A Polícia Civil de Sumaré – em que pese todos os esforços dos profissionais que atuam no município, que têm o nosso reconhecimento –, não possui efetivo material nem humano para prestar um serviço adequado para a população. Já tratamos deste assunto diversas vezes na tribuna da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), por meio de ofícios e até mesmo em reuniões com os responsáveis, porém, o quadro de defasagem persiste. Desta forma, é nossa obrigação seguir trabalhando e reivindicando a nomeação de novos profissionais para a Polícia Civil da cidade, assim como a abertura de novos concursos, pois sabemos que esta situação também é realidade em outros municípios da Região Metropolitana de Campinas e do nosso estado”, comentou o deputado.

Sumaré, com mais de 280 mil habitantes, possui sete unidades da Polícia Civil (a Delegacia do Município, a Delegacia de Defesa da Mulher e mais cinco Distritos Policiais), porém, são apenas quatro delegados – o que gera acúmulo de funções e sobrecarga de trabalho, assim como acontece também com investigadores, escrivães e demais agentes. Com relação à DDM, desde a aposentadoria da última delegada mulher, em janeiro de 2017, a unidade policial não conta com sua própria responsável.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE